Fechar

www.vejaagorabrasil.org

Buscar

POLÍTICA

Nomeação de Torquato

MAY Reportar Abuso
Nomeação de Torquato

a edição desta quarta-feira (31) do "Diário Oficial da União" publicou a exoneração de Osmar Serraglio do comando do Ministério da Justiça e a nomeação, para o mesmo cargo, do ex-ministro da Transparência Torquato Jardim.
O novo titular do Ministério da Justiça tomará posse nesta quarta, às 15h, em uma cerimônia no Palácio do Planalto.
Torquato Jardim será o responsável, na chefia do Ministério da Justiça, pela parte administrativa da Polícia Federal (PF), além da Força Nacional de Segurança, do Departamento Penitenciário Nacional e da política de demarcação de terras indígenas, entre outras atribuições.
Amigo de Temer há mais de 30 anos, o novo ministro da Justiça entrou para o governo em junho do ano passado, sucedendo Fabiano Silveira, que deixou o Ministério da Transparência menos de um mês depois de tomar posse em razão de um escândalo.
Ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Torquato é jurista especializado em direito eleitoral e tem trânsito nas Cortes de Brasília.
Segundo o colunista do G1 e da GloboNews Gérson Camarotti, Serraglio "era considerado um ministro fraco, e que, por isso mesmo, não tinha influência no comando da PF e não conseguia interferir nos rumos da Lava Jato.
O Planalto, de acordo com o colunista, optou por Torquato por considerá-lo com personalidade suficiente para "retomar o controle da PF".
Demissão de Serraglio

Publicidade

Nomeação de Torquato Nomeação de Torquato