Fechar

www.vejaagorabrasil.org

Buscar

ESPORTE E JOGOS

Muita coisa ruim acontece por causa da ganância", diz zagueiro Neto

JANUARY Reportar Abuso
Muita coisa ruim acontece por causa da ganância", diz zagueiro Neto

Neto concedeu entrevista coletiva após sessão fisioterápica nesta terça (10)
Um dos sobreviventes da tragédia com o avião da Chapecoense na Colômbia, o zagueiro Neto segue se recuperando após deixar o hospital e vive a expectativa de voltar a jogar no segundo semestre de 2017.

Em conversa com a imprensa nesta terça-feira (10), Neto falou sobre como as pessoas o veem no clube e em Chapecó após o acidente aéreo, rechaçou a ideia de que sobreviveu porque tinha destacado porte atlético e ainda criticou a ganância mundana.

"Muitos falam que o Neto sobreviveu por que era forte, um atleta, mas sabemos que não foi por isso. Deus quis assim e permitiu que eu estivesse vivo. Levou muitos amigos sem sofrimento. Eles estão em um lugar muito melhor que aqui. Porque aqui tem dor, sofrimento e ganância. Muita coisa ruim acontece nessa vida por causa da ganância", disse Neto.

"Conversei com vários jogadores, joguei com o Girotto quando éramos moleques. Cheguei aqui e recebi um abraço dele. Hoje é uma situação diferente, eu era um exemplo para os jovens como atleta, sério e comprometido, com muita vontade de vencer, agora quero deixar o legado de um jogador que quer vencer. Hoje as pessoas me veem em outro sentido, o sentido da vida", contou o zagueiro, último sobrevivente a ser resgatado nas montanhas da La Unión, cerca de oito horas após a queda da aeronave.

Após passar por sessão de fisioterapia, visivelmente mais disposto que nas últimas aparições, Neto detalhou seu processo de recuperação. Segundo ele, os médicos protejam seu retorno aos gramados até o meio do ano.
"Eu tinha muito sono. Devagar as coisas estão acontecendo, e a previsão dos médicos é de que até o meio do ano eu possa voltar a jogar", afirmou. "Tenho que recuperar bem o meu joelho, mas os médicos dizem que em 20 dias eles terão uma visão melhor de como está o andamento do joelho. Estou na expectativa, sei que meu corpo vai demorar um pouco mais, tenho que ganhar massa e força. Deus permitiu que eu estivesse vivo, então ele tem algo guardado para mim."