Fechar

www.vejaagorabrasil.org

Buscar

PAÍS

EUA decidem subir juros e isso pode afetar o dólar e os juros no Brasil

DECEMBER Reportar Abuso
EUA decidem subir juros e isso pode afetar o dólar e os juros no Brasil

O BANCO CENTRAL DOS ESTADOS UNIDOS (FEDERAL RESERVE, OU FED) DECIDIU SUBIR A TAXA BÁSICA DE JUROS NESTA QUARTA-FEIRA (14). A TAXA FICARÁ ENTRE 0,5% E 0,75%, COMO ESPERADO PELA MAIORIA DOS ESPECIALISTAS. ESSA DECISÃO É IMPORTANTE PARA O BRASIL E PODE MEXER COM O SEU BOLSO.
OS EUA SÃO CONSIDERADOS A ECONOMIA MAIS SEGURA DO MUNDO. POR ISSO, É NATURAL QUE OS INVESTIDORES QUEIRAM APLICAR DINHEIRO LÁ --A MENOS QUE OUTROS LUGARES PAGUEM BEM MAIS PARA COMPENSAR O RISCO MAIOR DE CALOTE. É O QUE ACONTECE COM O BRASIL: TEM RISCO MAIOR E PAGA JUROS MAIS ALTOS AOS INVESTIDORES PARA COMPENSAR.
OS JUROS NOS EUA FICARAM NUM NÍVEL HISTORICAMENTE BAIXO POR UM BOM TEMPO, POR CAUSA DA CRISE MUNDIAL DE 2008-2009. DESDE O FINAL DE 2008 ATÉ DEZEMBRO DE 2015, A TAXA POR LÁ GIROU ENTRE ZERO E 0,25% AO ANO. PARA EFEITO DE COMPARAÇÃO, A TAXA BÁSICA DE JUROS NO BRASIL ATUALMENTE É DE 13,75% AO ANO.
ESSA TAXA É UTILIZADA PELOS BANCOS DE UM PAÍS COMO INDICADOR-CHAVE DO VALOR DOS JUROS QUE PAGAM AO TOMAR DINHEIRO EMPRESTADO DO BANCO CENTRAL --E, POR SUA VEZ, DO DINHEIRO QUE EMPRESTAM A SEUS CLIENTES. DISSO DEPENDEM INVESTIMENTOS E DESPESAS DE CONSUMO.
COMO FICA O DÓLAR?
UM AUMENTO DA TAXA DE JUROS LÁ, AINDA QUE MÍNIMO, PODE FAZER INVESTIDORES TIRAREM SEU DINHEIRO DE OUTROS PAÍSES E LEVAREM PARA OS EUA. COM MENOS DÓLARES NO BRASIL, POR EXEMPLO, O REAL TENDE A FICAR MAIS FRACO E O DÓLAR SOBE, SEGUNDO A ECONOMISTA VIRENE MATESCO, PROFESSORA DA FGV (FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS).
O IMPACTO MAIS VISÍVEL É NO PREÇO DAS VIAGENS INTERNACIONAIS E DOS PRODUTOS IMPORTADOS, COMO AZEITES, VINHOS E PEIXES (COMO O BACALHAU). MAS OUTROS ITENS, APESAR DE SEREM PRODUZIDOS AQUI, TAMBÉM SOFREM INDIRETAMENTE COM A ALTA DO DÓLAR. É O CASO DO PÃOZINHO E DE OUTRAS MASSAS, COMO O MACARRÃO, ALÉM DE ALIMENTOS COMO TOMATE E CARNE E DE PRODUTOS DE HIGIENE, COMO DESODORANTES E CREMES.
A ECONOMISTA DIZ, NO ENTANTO, QUE O MERCADO JÁ ESTAVA ESPERANDO POR ESSA ALTA DE JUROS E, POR ISSO, NÃO ESPERA QUE O DÓLAR SUBA MUITO. "A TENDÊNCIA É QUE O MERCADO DE DÓLAR JÁ TENHA 'PRECIFICADO' A ALTA DOS JUROS" NOS ÚLTIMOS DIAS, DIZ.
E OS JUROS NO BRASIL?
A ALTA DOS JUROS NOS EUA TAMBÉM PODE TORNAR MAIS DIFÍCIL PARA O BANCO CENTRAL BRASILEIRO CONTINUAR CORTANDO OS JUROS POR AQUI, DE ACORDO COM MAURO CALIL, ESPECIALISTA EM INVESTIMENTOS DO BANCO OURINVEST.
O PAÍS NÃO CONCORRE APENAS COM OS EUA PARA ATRAIR INVESTIMENTOS. CONCORRE COM TODOS OS OUTROS PAÍSES. OS RISCOS AQUI SÃO AINDA MAIORES SE FOR CONSIDERADA A SITUAÇÃO DO PAÍS, COM A MAIOR RECESSÃO DA SUA HISTÓRIA, A PERDA DO SELO DE BOM PAGADOR DAS TRÊS PRINCIPAIS AGÊNCIAS DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCO, O ROMBO NAS CONTAS PÚBLICAS E, PRINCIPALMENTE, A CRISE POLÍTICA, AFIRMAM ANALISTAS.
"A CRISE POLÍTICA GERA IMPREVISIBILIDADE, O QUE CONTRIBUI PARA QUE A PERCEPÇÃO DO RISCO DE SE INVESTIR NO BRASIL SEJA MAIOR", DIZ FERNANDO BERGALLO, DIRETOR DA ASSESSORIA DE CÂMBIO FB CAPITAL.
PARA CONSEGUIR ATRAIR O INVESTIDOR, O BRASIL COMPENSA O RISCO MAIOR COM UMA GARANTIA DE RETORNO ALTA. OU SEJA, COM JUROS ELEVADOS. NA ÚLTIMA REUNIÃO, O BC REDUZIU A TAXA BÁSICA DE JUROS DE 14% PARA 13,75% E INDICOU QUE, COM A INFLAÇÃO EM QUEDA, PODERIA CONTINUAR CORTANDO A TAXA. AGORA, COM A ALTA DOS JUROS NOS EUA, ESSE PROCESSO DE CORTE PODE DESACELERAR OU SER INTERROMPIDO.
ONDE INVESTIR SEU DINHEIRO?
A RECOMENDAÇÃO DOS ESPECIALISTAS CONTINUA SENDO INVESTIR EM RENDA FIXA. "COM JUROS ALTOS NO BRASIL, QUEM TEM INVESTIMENTO EM TAXA PRÉ-FIXADA GANHA PORQUE SEU INVESTIMENTO FICA TRAVADO NA TAXA MAIS ALTA, MESMO SE OS JUROS CAÍREM", DIZ BERGALLO.
CALIL SUGERE PROCURAR INVESTIMENTOS QUE PAGUEM PELO MENOS 100% DO CDI E SEJAM LIVRES DE IMPOSTO DE RENDA. "PARA QUEM QUER INVESTIR EM RENDA VARIÁVEL, FUNDOS IMOBILIÁRIOS TÊM RENTABILIDADE INTERESSANTE", DIZ.
TECNOLOGIA AJUDA NA ORGANIZAÇÃO DAS FINANÇAS
LEIA MAIS EM: HTTP://ZIP.NET/BVTY1H