COF quer demissão de Mattos e conselheiros detonam presidente do Palmeiras

COF quer demissão de Mattos e conselheiros detonam presidente do Palmeiras

Em crise. É desta maneira que o Palmeiras enfrenta o Vitória na manhã deste domingo depois de três derrotas seguidas. E algumas cabeças estão a prêmio, como a de Alexandre Mattos. O COF (Conselho de

Leia tudo

Em crise. É desta maneira que o Palmeiras enfrenta o Vitória na manhã deste domingo depois de três derrotas seguidas. E algumas cabeças estão a prêmio, como a de Alexandre Mattos. O COF (Conselho de Orientação Fiscal) do Verdão exigiu a demissão do diretor-executivo de futebol na última reunião. “E por unanimidade”, avisa um dos membros do conselho.
O presidente Maurício Galiotte também está com o filme queimado com conselheiros e torcedores. Tudo porque decidiu sair para um período de férias em plena turbulência alviverde. Galiotte esteve em Barcelona para fechar os últimos detalhes do empréstimo de Vitinho para o time B do gigante espanhol e depois partiu para um tour com seus familiares.

O mais curioso é que o Palmeiras está sendo presidido desde então por Genaro Marino, primeiro vice-presidente do clube. Genaro é um dos poucos fieis escudeiros de Paulo Nobre e se distanciou de Galiotte desde que o atual presidente e seu antecessor romperam.

A pressão também atormenta Cuca. Com aproveitamento de pontos menor do que Eduardo Baptista, o treinador começa a ver seu trabalho questionado internamente.

Para piorar, o Verdão está a 17 pontos do Corinthians no Campeonato Brasileiro e praticamente não tem mais chances de título. Já na Copa do Brasil, só uma vitória em cima do Cruzeiro no Mineirão permitirá a classificação para as semifinais – houve empate em 3 a 3 no Allianz Parque. Por fim, na Libertadores, Cuca e companhia terão de reverter a derrota por 1 a 0 no Equador para despachar o Barcelona e alcançar as quartas de final da Libertadores.

Dono do maior investimento entre os clubes brasileiros para a temporada, o Palmeiras já havia sido eliminado do Paulistão nas semifinais, diante da Ponte Preta. Desde janeiro, com ajuda da Crefisa, foram gastos R$ 111,5 milhões com 15 reforços, conforme a lista abaixo:

REFORÇOS DO PALMEIRAS PARA 2017
– Borja: R$ 32 milhões
– Deyverson: R$ 18 milhões
– Bruno Henrique: R$ 12 milhões
– Luan: R$ 10,2 milhões
– Juninho: R$ 10 milhões
– Guerra: R$ 9,7 milhões
– Hyorran: R$ 7,4 milhões
– Raphael Veiga: R$ 5,3 milhões
– Keno: R$ 2,7 milhões
– Fabiano: R$ 2,2 milhões
– Willian: trocado por Robinho
– Michel Bastos: de graça
– Felipe Melo: de graça
– Antônio Carlos: empréstimo
– Mayke: empréstimo

- Fonte: Blog do Jorge Nicola

Posts Relacionados