Fechar

www.vejaagorabrasil.org

Buscar

CURIOSIDADES

Cody Rhodes

DECEMBER Reportar Abuso
Cody Rhodes

Cody Garrett Runnels[1][2] (Marietta, 30 de junho de 1985)[1] é um ator e lutador de luta livre profissional americano, mais conhecido como Cody Rhodes e também Stardust, que ficiou conhecido pela sua passagem na WWE.

Runnels é meio-irmão de Goldust com quem ganhou o WWE Tag Team Championship, e filho de Dusty Rhodes, tendo trabalhado como árbitro na promoção do pai durante o colégio. Runnels começou a lutar profissionalmente em 2006, usando seu nome real na Ohio Valley Wrestling (OVW), onde ganhou diversos títulos individuais e de duplas, incluindo o OVW Heavyweight Championship. Ele estreou na WWE em 16 de julho de 2007, usando o nome "Cody Rhodes" e, em dezembro, ganhou o World Tag Team Championship com Hardcore Holly, o defendendo por seis meses.

Rhodes formou secretamente uma aliança com Ted DiBiase em 2008, traindo Holly e se tornando campeão de duplas com DiBiase. Os novos campeões perderam o título em agosto, o reconquistando uma semana mais tarde. Os dois formaram uma aliança com Manu, formando um grupo de lutadores multi-geracionais. Em janeiro de 2009, Rhodes e DiBiase formaram o The Legacy, com Randy Orton. Rhodes foi transferido para o SmackDown em abril de 2010, durante o Draft Suplementar, e ganhou o WWE Tag Team Championship com Drew McIntyre em setembro do mesmo ano. Em agosto de 2011, Rhodes ganhou o WWE Intercontinental Championship, seu primeiro título individual na WWE.[4]

Índice [esconder]
1 Carreira no wrestling amador
2 Carreira
2.1 Ohio Valley Wrestling (2006—2007)
2.2 World Wrestling Entertainment / WWE (2007-2016)
2.2.1 Estreia e dupla com Hardcore Holly (2007—2008)
2.2.2 The Legacy (2008–2010)
2.2.3 "Dashing" Cody Rhodes e máscara (2010—2011)
2.2.4 Campeão Intercontinental (2011—2012)
2.2.5 Aliança e rivalidade com Damien Sandow (2012—2013)
2.2.6 Campeão de duplas e Stardust (2013—2016)
3 Vida pessoal
4 No wrestling
5 Títulos e prêmios
5.1 Wrestling amador
5.2 Wrestling profissional
6 Referências
7 Ligações externas
Carreira no wrestling amador[editar | editar código-fonte]
Runnels praticou wrestling amador na Lassiter High School em Marietta, Geórgia.[1] Ele ficou em sexto na divisão de 171 lb (77,6 kg).[5] Ele ganhou o torneio da Geórgia na divisão de 189 lb (85,7 kg) em 2003, e defendeu o título no ano seguinte.[5] Runnels planejou lutar na Universidade Estadual da Pensilvânia, mas decidiu se tornar um lutador de wrestling profissional.[6] No colégio, Runnels trabalhava como árbitro na promoção de seu pai, Dusty Rhodes, a Turnbuckle Championship Wrestling.[7] Após sua formatura, Runnels tomou aulas de teatro.[8]

Carreira[editar | editar código-fonte]
Ohio Valley Wrestling (2006—2007)[editar | editar código-fonte]

Runnels durante sua estada na OVW.
Usando seu nome real, Runnels começou a lutar na Ohio Valley Wrestling (OVW) em junho de 2006.[1] Ele formou uma dupla com Shawn Spears na metade de agosto, começando uma rivalidade com The Untouchables pelo OVW Southern Tag Team Championship.[9][10] Eles derrotaram os Untouchables em 18 de outubro, ganhando o título de duplas.[1] Em novembro, Runnels e Spears derrotaram The Untouchables para ganhar os serviços de Cherry, valet dos Untouchables.[11] Cherry acompanhava Spears e Runnels ao ringue, e logo Spears se apaixonou por ela, o que passou a interferir nos resultados das lutas.[12][13] Em 29 de novembro, o OVW Southern Tag Team Championship se tornou vago após uma luta entre Runnels e Spears e os Untouchables acabar em empate.[14] Na semana seguinte, os dois times voltaram a se enfrentar pelo título, com Cherry traindo Spears e Runnels e ajudando os Untouchables a reconquistar o título.[14][14][15] Duas semanas depois, em 20 de dezembro, Runnels e Spears derrotaram os Untouchables em uma Street Fight para reconquistar o título.[16] Logo depois, Runnels e Spears começaram uma rivalidade um com o outro.[1] A rixa começou quando Runnels ganhou o OVW Heavyweight Championship de Paul Burchill em 17 de fevereiro de 2007, perdendo o título para Burchill no dia seguinte.[1][17] Spears ganharia o OVW Television Championship em resposta.[1] Em 11 de abril, os dois perderam o Southern Tag Team Championship para Justin LaRouche e Charles Evans.[1] Runnels derrotaria Spears em 6 de julho para se tornar o novo Campeão Televisivo da OVW.[1][18] Uma semana depois, no entanto, Spears reconquistaria o título.[19]

World Wrestling Entertainment / WWE (2007-2016)[editar | editar código-fonte]
Estreia e dupla com Hardcore Holly (2007—2008)[editar | editar código-fonte]

Cody Rhodes observa o árbitro condenando William Regal durante uma luta no fim de 2007
No Raw de 2 de julho, Runnels estreou, usando o nome de Cody Rhodes em um segmento nos bastidores com seu pai Dusty Rhodes e Randy Orton, durante o qual Orton estapeou Dusty como sinal de desrespeito.[20] Na semana seguinte, Cody estapeou Orton, e, em 16 de julho, foi derrotado por Orton em uma luta oficial.[21][22] Rhodes apareceu no The Great American Bash para impedir que Orton atacasse seu pai.[23] No Raw da noite seguinte, Rhodes desafiou Orton para uma revanche, sendo derrotado novamente. Após a vitória, Orton chutou a cabeça de Dusty, modo similar pelo qual havia encerrado, na história, as carreiras de Shawn Michaels e Rob Van Dam.[24]

Rhodes começou uma rivalidade com Daivari, após ter sido derrotado por ele no Raw de 30 de julho, para manter seu emprego.[25] Durante a rivalidade, ele teve uma rixa com The World's Greatest Tag Team, derrotando Charlie Haas e Shelton Benjamin em combates individuais.[26][27] As duas rivalidade se uniram quando Rhodes, com Paul London e Brian Kendrick, derrotou The World's Greatest Tag Team e Daivari.[28] Na semana seguinte, Rhodes se aliou a Mickie James para derrotar Daivari e Jillian Hall,acabando com a rivalidade.[29]

Três semanas depois, ele começou uma nova rivalidade, com Hardcore Holly, sendo derrotado por ele em três lutas consecutivas.[30][31][32] Rhodes eventualmente conquistou o respeito de Holly por sua persistência durante as lutas, e os dois formaram uma dupla oficial.[33][34] Eles ganharam o direito de ter uma luta pelo World Tag Team Championship ao derrotar London & Kendrick e The Highlanders em um combate exibido exclusivamente no WWE.com.[35] Eles enfrentaram os campeões Lance Cade e Trevor Murdoch no Survivor Series, mas acabaram sendo derrotados.[36] No Raw de 19 de novembro, Rhodes enfrentou Holly pela quarta vez,finalmente o derrotando. Ambos acabaram sendo atacados por Randy Orton.[37]

Em 10 de dezembro, no 15° Aniversário do Raw, Rhodes e Holly derrotaram Cade e Murdoch, se tornando Campeões Mundiais de Duplas.[38][39] Na semana seguinte, Rhodes e Holly defenderam o título contra Cade e Murdoch.[40] Eles também o fizeram contra Santino Marella e Carlito e Paul London e Brian Kendrick.[41][42] Em maio de 2008, Ted DiBiase começou uma rivalidade com os dois, ameaçando tomar-lhes os títulos em sua primeira luta como membro do Raw.[43]

The Legacy (2008–2010)[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: The Legacy (wrestling profissional)
No Night of Champions, Rhodes traiu Holly, revelando-se parceiro de DiBiase e se tornando um vilão. Ele se aliou a DiBiase e derrotou Holly para ganhar, com DiBiase, o título de duplas.[44][45] Um mês depois, eles perderam o título para John Cena e Batista, no Raw de 4 de agosto.[46] Na semana seguinte, DiBiase e Rhodes reconquistaram o título.[47][48] Rhodes e DiBiase também se aliaram a Manu, filho de Afa Anoa'i, em setembro, formando um grupo de lutadores multigeracionais.[49] No Raw de 27 de outubro de 2008, Rhodes e DiBiase perderam o título para Kofi Kingston e CM Punk.[50]

Durante essa época, Rhodes, DiBiase e Manu começaram uma história com Randy Orton, com este lhes criticando e insultando. No Raw de 3 de novembro, Orton atacou DiBiase.[51] No Survivor Series, Rhodes, com Orton, foram os últimos remanescentes do time de Orton na luta de eliminação anual.[52] Rhodes e Manu aceitaram se aliar a Orton, formando um grupo conhecido como "The Legacy"; estreando em uma luta 3-contra-2 contra Batista e Triple H.[53][54] Orton começou a testar os membros do Legacy e, em duas semanas, Manu e Sim Snuka foram expulsos.[55][56]


The Legacy (e-d); Rhodes, Randy Orton e Ted DiBiase
Em 12 de janeiro, Snuka e Manu deram a Rhodes a chance de formar um novo grupo para atacar Orton, com o retornante DiBiase, mas Rhodes recusou a oferta.[57] DiBiase, no entanto, traiu Manu e Snuka, ajudando Orton e Rhodes a atacá-los.[57] Como parte do Legacy, Rhodes participou da luta Royal Rumble de 2009, ajudando Orton a vencer e sendo eliminado por Triple H.[58] Rhodes e DiBiase passaram a participar da rivalidade entre Orton e a família McMahon, ajudando-o a atacar Shane e Stephanie McMahon, e o marido de Stephanie, Triple H.[59][60][61][62] Em 26 de abril, no Backlash, Rhodes, DiBiase e Orton derrotaram Triple H, Batista e Shane McMahon, com, pela estipulação, Orton ganhando o WWE Championship.[63] Rhodes sofreu uma lesão no pescoço em junho, mas continuou a lutar.[64] Na metade de 2009, Rhodes e DiBiase continuaram a enfrentar os rivais de Orton, especialmente Triple H.[65] Isso levou Triple H a reformar a D-Generation X (DX) com Shawn Michaels, derrotando Rhodes e DiBiase no SummerSlam.[66] Rhodes e DiBiase derrotaram DX no Breaking Point em uma luta Submissions Count Anywhere, mas foram derrotados em uma luta Hell in a Cell no evento Hell in a Cell em outubro, durante a qual Rhodes sofreu uma marretada na cabeça.[67][68] Rhodes deixou a arena em uma maca.[69]

Tensão entre os membros do Legacy se tornou aparente durante o Royal Rumble de 2010, quando Rhodes tentou interferir em uma luta de Orton pelo WWE Championship, causando uma desqualificação. Após a luta, Orton atacou DiBiase e Rhodes.[70] No Raw de 15 de fevereiro, Orton enfrentou Sheamus em uma revanche, mas foi novamente desqualificado após interferência de Rhodes e DiBiase.[71] Durante a Elimination Chamber pelo WWE Championship no evento Elimination Chamber, Rhodes interferiu, entregando um cano para DiBiase, que o usou para nocautear e eliminar Orton da luta.[72] No Raw da noite seguinte, Orton atacou Rhodes e DiBiase, e eles o atacaram na semana seguinte.[73][74] No WrestleMania XXVI, Orton derrotou Rhodes e DiBiase.[75]

"Dashing" Cody Rhodes e máscara (2010—2011)[editar | editar código-fonte]

"Dashing" Cody Rhodes em dezembro de 2010.
Durante o Draft Suplementar de 2010, Rhodes foi transferido para o SmackDown.[76] Ele estreou no programa de 30 de abril, derrotando John Morrison.[77] Na semana seguinte, ele participou de um torneio pelo WWE Intercontinental Championship, mas foi derrotado na semi-final por Christian.[78] Em 1 de junho, ele se tronou o mentor de Husky Harris na segunda temporada do WWE NXT.[79][80]

No SmackDown de 25 de junho, Rhodes passou a interpretar um personagem narcisista, afirmando que havia sido eleito o mais belo lutador da WWE. Ele passou a exigir que o chamassem "Dashing" Cody Rhodes, com "dashing" significando "exuberante".[81] Como parte do personagem, vídeos promocionais passaram a ser exibidos, com Rhodes dando dicas de beleza.[82][83] Durante as lutas, se lhe acertassem o rosto, ele abandonaria o ringue para checar sua aparência.[84][85] Em setembro, ele se aliou a Drew McIntyre, atacando Christian e Matt Hardy. No Night of Champions, Rhodes e McIntyre ganharam o WWE Tag Team Championship ao vencer uma luta Tag Team Turmoil, derrotando The Hart Dynasty, The Usos, Santino Marella e Vladimir Kozlov, e Evan Bourne e Mark Henry.[86] No Bragging Rights, Rhodes e McIntyre pederam o título para John Cena e David Otunga.[87] No SmackDown de 29 de outubro, após perderem uma luta, Rhodes e McIntyre se separaram.[88]

Em janeiro de 2011, Rhodes enfrentou Rey Mysterio em uma luta, durante a qual Mysterio acertou o rosto de Rhodes com uma joelheira, quebrando seu nariz.[89][90] Rhodes, então, declarou não ser mais "belo", passando, na história, por uma cirurgia de reconstrução facial.[91] Rhodes, então, não participou do Royal Rumble nem do Elimination Chamber. Quando retornou, passou a usar uma máscara protetora e atacou, com seu pai, Mysterio, lhe tirando a máscara, no SmackDown de 25 de fevereiro.[92] Rhodes passaria a usar sua máscara como arma durante as lutas.[93][94][95]

Rhodes e Mysterio tiveram uma luta no WrestleMania XXVII, vencida por Cody.[96] Eles também se enfrentaram em uma luta Falls Count Anywhere no Extreme Rules em maio, com Mysterio saindo vitorioso.[97] Nos episódios do SmackDown após o WrestleMania, Rhodes passou a levar ao ringue homens para distribuir sacos de papel para a platéia colocar em suas cabeças.[98] Rhodes também passou a colocar sacos de papel na cabeça dos oponentes que derrotava.[99][100]

Campeão Intercontinental (2011—2012)[editar | editar código-fonte]

Rhodes usando sua máscara protetora e segurando sacos de papel em junho de 2011.
Rhodes reformou sua aliança com Ted DiBiase no SmackDown de 20 de maio, derrotando e começando uma rivalidade com Sin Cara e Daniel Bryan.[101][102][103] No segundo evento Money in the Bank, Rhodes participou da luta Money in the Bank do SmackDown, mas a luta foi vencida por Bryan.[104]

No SmackDown de 12 de agosto, Rhodes derrotou Ezekiel Jackson para ganhar o WWE Intercontinental Championship, seu primeiro título individual na WWE.[4][105] Ele defendeu o título na semana seguinte, contra Jackson.[106] Na mesma noite, Rhodes e DiBiase confrontaram Orton, o que resultou em uma luta entre Orton e DiBiase na semana seguinte. DiBiase foi derrotado e atacado por Rhodes, que derrotou DiBiase em uma luta pelo título no Night of Champions.[107][108]

Simultaneamente, Rhodes continuou sua rivalidade com Orton, sendo derrotado no SmackDown de 9 de setembro,[109] mas o derrotando no Raw seguinte, com a ajuda de Mark Henry.[110] No SmackDown de 23 de setembro, Rhodes derrotou Orton por desqualificação, após atacá-lo com a máscara.[111] Após a luta, Orton atacou Rhodes com o sino da arena, fazendo-o sangrar legitimamente.[112] A filmagem foi editada em diversas transmissões.[113] No SmackDown seguinte, Rhodes afirmou que precisou de pontos na cabeça após o ataque.[114]

Rhodes defendeu seu título em diversas oportunidades, contra Sheamus e até mesmo em uma battle royal de 10 lutadores.[115][116] No Hell in a Cell, Rhodes anunciou um novo design para o Intercontinental Championship, similar ao da década de 1980, antes de defendê-lo contra John Morrison.[117] Durante outubro, Rhodes continuou sua rivalidade com Orton, custando-lhe o World Heavyweight Championship e o atacando.[118][119] No Vengeance, Rhodes foi derrotado por Orton.[120] No SmackDown de 4 de novembro, Orton derrotou Rhodes em uma Street Fight para acabar a rivalidade. Durante a luta, Orton quebrou a máscara de Cody.[121]

No Raw de 14 de novembro, Rhodes encerrou seu personagem mascarado, anunciando que havia sido libertado.[122] Ele se tornou um membro do Time Barrett na tradicional luta de eliminações no Survivor Series, ganhando a luta com Wade Barrett.[123] Rhodes, então, começou uma rivalidade com o comentarista Booker T, o atacando em diversas ocasiões e o derrotando no Tables, Ladders & Chairs e no SmackDown de 6 de janeiro de 2012.[124][125] No Royal Rumble, Rhodes se manteve na luta por mais de 40 minutos, eliminando seis lutadores antes de ser eliminado por Big Show.[126][127] No Elimination Chamber Rhodes eliminou Show da luta Elimination Chamber pelo World Heavyweight Championship, antes de ser eliminado por Santino Marella.[128][129] Rhodes passou as semanas seguintes zombando dos momentos embaraçosos que Big Show passara durante WrestleManias, normalmente fazendo Show perder lutas.[130] No WrestleMania XXVIII, Show derrotou Rhodes para ganhar o Intercontinental Championship.[131] No Extreme Rules, Rhodes reconquistou o título ao derrotar Show em uma luta de mesas.[132] Ele perdeu o título para Christian no Over the Limit,[133] e perdeu uma revanche no No Way Out.[134]. No SmackDown de 3 de julho, Rhodes derrotou Christian para se qualificar para a luta Money in the Bank do World Heavyweight Championship no evento Money in the Bank, mas não venceu o combate.[135][136] Em setembro, Rhodes começou uma rivalidade com Sin Cara, exigindo que ele retirasse sua máscara. No Night of Champions, Rhodes enfrentou Cara, The Miz e Rey Mysterio pelo Intercontinental Championship de Miz, mas foi derrotado.

Aliança e rivalidade com Damien Sandow (2012—2013)[editar | editar código-fonte]

Rhodes com um bigode após retornar de sua lesão.
Ver artigo principal: Rhodes Scholars
Nas semanas seguintes, ele formou uma dupla com Damien Sandow, sendo conhecidos como Rhodes Scholars, começando uma rivalidade com Team Hell No (Daniel Bryan e Kane). No SmackDown de 28 de setembro, Rhodes e Sandow derrotaram The Usos para avançar em um torneio para enfrentar Kane e Bryan pelo WWE Tag Team Championship no Hell in a Cell. Eles venceram o torneio ao derrotar Sin Cara e Rey Mysterio no Raw de 22 de outubro[137] e venceram no Hell in a Cell por desqualificação, não conquistando o título.[138] Rhodes e Sandow fariam parte da luta de eliminação no Survivor Series como parte do time de Dolph Ziggler contra o time de Mick Foley. No entanto, Rhodes sofreu uma lesão durante o WWE Main Event de 14 de novembro, sendo substituído por David Otunga.[139] Ele retornou no Raw de 10 de dezembro, vencendo com Sandow uma luta de eliminação também envolvendo The Usos, Primo e Epico e Prime Time Players.[140] Ele e Sandow tornaram-se novamente os desafiantes pelo título de duplas ao derrotar Mysterio e Sin Cara em uma luta de mesas no TLC: Tables, Ladders & Chairs.[141] Rhodes Scholars receberam a oportunidade pelo título no Main Event da semana seguinte, mas foram derrotados por Kane e Daniel Bryan.[142] Eles foram derrotados novamente no Royal Rumble e, no SmackDown de 1 de fevereiro, decidiram se separar.[143] Eles se reuniram no pré-show do Elimination Chamber, mas foram derrotados por Tons of Funk (Brodus Clay e Tensai).[144] Rhodes e Sandow aliaram-se às The Bella Twins em uma rivalidade com Clay, Tensai e as Funkadactyls (Cameron e Naomi).[145][146][147] Os dois times se enfrentariam no WrestleMania 29,[148] mas o combate foi cortado por falta de tempo.[149] A luta aconteceu no Raw da noite seguinte, com Tons of Funk e as Funkadactyls vencendo.[150] No pré-show do Extreme Rules, Rhodes foi derrotado por The Miz.[151]

No Money in the Bank, Rhodes competiu em uma luta Money in the Bank por uma chance pelo Campeonato Mundial dos Pesos-Pesados. Rhodes venceria a luta, mas foi traído por Sandow, que o puxou da escada e pegou a maleta pendurada acima do ringue, vencendo a luta.[152] No Raw seguinte, Rhodes atacou Sandow, se tornando um mocinho e dissolvendo a dupla Rhodes Scholars.[153] No SmackDown de 26 de julho, Rhodes roubou a maleta de Sandow enquanto este enfrentava Orton, atirando-a no Golfo do México na noite seguinte. No Raw de 19 de julho, Rhodes teve sua família insultada por Sandow.[154] Rhodes, sem bigode, derrotou Sandow no SummerSlam e no Raw do dia seguinte.

Campeão de duplas e Stardust (2013—2016)[editar | editar código-fonte]

Stardust e seu irmão Goldust enquanto campeões de duplas.
No Raw de 2 de setembro, Rhodes foi derrotado por Randy Orton e, como estipulado por Triple H, foi "demitido". Na verdade, Rhodes requisitou férias devido ao seu casamento com Brandi Reed.

No Raw de 9 de setembro, seu meio-irmão Goldust foi derrotado por Orton. Caso Goldust tivesse vencido, Rhodes seria recontratado. No Raw da semana seguinte, seu pai Dusty Rhodes foi nocauteado por Big Show sob ordens de Stephanie McMahon após ele se recusar a escolher qual de seus filhos deveria ser recontratado. No Raw de 23 de setembro, Cody e Goldust atacaram The Shield (Dean Ambrose, Roman Reigns e Seth Rollins), que agia como capangas de Triple H e Stephanie.

Os Rhodes apareceram no Raw de 30 de setembro para receber uma proposta de Triple H. Caso Cody e Goldust derrotassem Rollins e Reigns no WWE Battleground, eles seriam contratados. Se fossem derrotados, Dusty seria demitido e eles não mais poderiam ser recontratados. No Battleground, Rhodes e Goldust derrotaram a Shield. No Raw de 14 de outubro, Rhodes e Goldust derrotaram The Shield para conquistar o WWE Tag Team Championship. No Hell in a Cell, Rhodes e Goldust derrotaram Shield e The Usos para manter o título, perdendo o título no Royal Rumble para os New Age Outlaws. Hoje, Cody usa um uniforme semelhante ao do seu meio-irmão e usa um novo ringname: "Stardust". E após essa mudança de nome ele e seu meio irmão Goldust, se tornaram novamente Tag Team Champions, em cima dos Usos no Night Of Champions, após isso Gold e Stardust derrotaram os Usos três vezes, e todas as vezes o título de Tag Team estava em jogo.

Em 21 de maio de 2016, Runnels revelou no Twitter que havia pedido para ser liberado pela WWE,[155] o que ocorreu oficialmente no dia seguinte.[156]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]
Runnels é filho de Dusty Rhodes e meio irmão do lutador da WWE Dustin Rhodes, mais conhecido como "Goldust". Ele também tem uma irmã, Kristin Ditto, que já foi líder de torcida dos Dallas Cowboys.[157] Na cerimônia do Hall da Fama da WWE em 2007, Runnels e Dustin introduziram seu pai, Dusty, ao Hall da Fama.[3][158] Cody é sobrinho dos lutadores Jerry Sags e Fred Ottman, e afilhado de Magnum T.A..[1][2] Ele se casou com a ex-Diva da WWE Brandi Reed em setembro de 2013.

Suas botas de luta possuem o símbolo da Triforce da série de vídeogames The Legend of Zelda, da qual ele é fã; ele afirma que joga A Link to the Past anualmente.[8][159] Runnels também é fã de revistas em quadrinhos, e usava uma roupa de luta inspirada no Arcanjo, um personagem dos X-Men.[160] Ele diz que Ômega Vermelho e Ciclope são seus personagens favoritos.[160]


Rhodes como "Stardust" em janeiro de 2015.
Informações pessoais
Nome completo Cody Garrett Runnels[1]
Nascimento 30 de junho de 1985 (31 anos)[1]
Marietta, Geórgia[2]
Residência Lutz, Flórida
Cônjuge(s) Brandi Reed (c. 2013)
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue Stardust[2]
Cody Rhodes[2]
Dashing Cody Rhodes[2]
Cody Runnels[2]
Altura
anunciada 1 88 m[3]
Peso
anunciado 220 lb (100 kg)[3]
Anunciado
de Charlotte, Carolina do Norte
Marietta, Georgia[3]
Estrelas da Via Láctea
Quinta dimensão
Treinado
por Dusty Rhodes[2]
Al Snow[2]
Bruno Sassi[2]
Ray Lloyd[2]
Estreia Junho de 2006[2]