Blogueiro russo é condenado por caçar pokémons em igreja

Blogueiro russo é condenado por caçar pokémons em igreja

Moscou – O blogueiro russo Ruslan Sokolovski, detido no ano passado por caçar pokémons em uma igreja nos montes Urais, foi condenado nesta quinta-feira a de 3,5 anos de prisão com pena suspensa, após

Leia tudo

Moscou – O blogueiro russo Ruslan Sokolovski, detido no ano passado por caçar pokémons em uma igreja nos montes Urais, foi condenado nesta quinta-feira a de 3,5 anos de prisão com pena suspensa, após ser declarado culpado de vários delitos, entre eles o de instigar o ódio entre os fiéis.

A juíza Yekaterina Shoponiak, que leu a sentença, apontou que a pena contempla um período de prova de três anos no curso dos quais Sokolovski poderia ter que ir para a prisão para o cumprimento efetivo da pena caso incorra em um novo delito.

“Muito obrigado a todos pelo apoio que me deram”, disse à imprensa o blogueiro, de 22 anos, ao final da audiência, realizada em um tribunal da cidade de Yekaterinburgo e transmitida ao vivo através do Youtube.

Sokolovski, cuja liberdade foi exigida pela oposição e pela Anistia Internacional (AI), não admitiu sua culpa, negou que seja um extremista, como diz a acusação, e lembrou que seu delito não é “em absoluto violento”.

Além disso, no julgamento declarou que toma conta de sua mãe e que se for enviado para a prisão durante vários anos, não poderá se encarregar dela.

A Promotoria acusou o blogueiro de violar o direito à liberdade de credo, mas também de outros dois delitos: instigar o ódio e de porte ilegal de equipamentos tecnológicos destinados à captação secreta de informação.

As forças de segurança encontraram durante a revista da casa do acusado de uma caneta espiã com câmara.

Sokolovski foi detido depois de publicar um vídeo titulado “Caçando pokémons na igreja”, no qual qualificava Jesus Cristo de pokemon “mais raro” e se lamentava de que não tinha conseguido pegá-lo.

Posts Relacionados